Blog

Bebê Arco-Íris – Entenda o Significado

Ter um bebê é uma experiência única que te enche de amor, esperança e expectativa. Porém, a essa alegria se soma a angústia de um aborto espontâneo, o nascimento de um filho falecido ou a perda do bebê que tanto desejava ... Mas, para superar esta dor, você foi milagrosamente presenteada com um lindo Bebê Arco-íris!

Mas, afinal o que é um Bebê Arco-íris?

Quando você vê a segunda linha rosa em um teste de gravidez, ela muda toda a sua vida em um estalar de dedos. Ter um bebê é o seu grande sonho e ele agora está prestes a ser concretizado. Mas, independente do motivo, a perda de um filho promove uma agonia e uma tristeza insuportável e muitas vezes traumatizante.

Um bebê arco-íris é o nome dado a um bebê saudável nascido após um aborto espontâneo, perda de um filho, natimorto ou morte neonatal. Um bebê arco-íris é o resultado de uma gravidez arco-íris, que às vezes é repleta de emoções complicadas como medo, alívio e até mesmo culpa.

Embora o futuro bebê arco-íris traga alegria aos pais, é impossível esquecer a perda anterior. Quando o bebê arco-íris é apresentado, o bebê anterior é frequentemente referido como "o anjo".

Por que os bebês do arco-íris são chamados de bebês do arco-íris?

O nome "bebê arco-íris" deriva da ideia de um arco-íris, emergindo no céu após uma tempestade ou um período escuro e caótico. Recentemente, a frase ganhou popularidade em blogs e mídias sociais e passou a representar otimismo e cura.

Depois da perda ...

Falar sobre a sensação após uma perda pode ser reconfortante. Você pode se comunicar com seu parceiro, família e amigos. Não hesite em pedir ao seu médico que o encaminhe para um especialista ou conselheiro em saúde mental que possa ajudá-lo a superar este momento difícil.

É importante cuidar de si mesmo e dar a si mesmo tempo para se recuperar. Mulheres que apresentam perda perinatal têm maior probabilidade de apresentar depressão pós-parto, transtorno de estresse pós-traumático, tristeza, ansiedade e distúrbios do sono.

Não coloque muita pressão sobre si mesma para se curar sozinha ou "ir em frente", e coloque preocupações como o medo do parto de lado.

Em vez disso, procure ajuda médica e incentive seu parceiro e sua família a serem pacientes e amorosos o suficiente. Algumas mães dizem que é útil se conectar com outras mulheres que perderam bebês por meio de grupos de apoio ou redes sociais.

Emoções pós-parto

Os sentimentos agridoces que acompanham o nascimento de um bebê nem sempre terminam com o nascimento de seu filho. Estudos mostram que 15-20% das mulheres que tiveram perda precoce da gravidez experimentam  desesperança ou ansiedade, que pode durar até três anos. Outros sofrem de transtorno de estresse pós-traumático como resultado de um aborto espontâneo.

É essencial planejar por quanto tempo você ficará de luto. Nenhuma criança pode substituir uma criança que você perdeu, mesmo que no início você esteja mais focada no bebê que acabou de dar à luz. A tristeza e a perda podem surgir inesperadamente, como aconteceu durante a gravidez.

Curar não significa esquecer

Não tenha medo de manter o bebê perdido em sua vida, mas faça-o de uma maneira que seja única e significativa para você. Criar novos e maravilhosos rituais com seu Bebê Arco-íris também é uma forma única de comemorar sua nova e incrível existência.

Você também pode gostar...

Deixe seu comentário